Chamadas

Almanaque de Ciência Política do Centro de Estudos em Democracia e Instituições Políticas - Cedip

Está on line o primeiro número do Almanaque de Ciência Política, com textos inéditos e um texto reeditado - O Velho Senado, de Machado de Assis.
O nosso agradecimento a tod@s que nos ajudaram na viabilização do volume!
Aproveitamos para lembrar os interessados em enviar artigos ao Almanaque, que recebe, avalia e publica os trabalhos em fluxo contínuo, pelo sistema ahead of print. Isso quer dizer que publicamos os artigo tão logo sejam aprovados. Cada número se encerra ao final do semestre, independente...

Chamada de artigos para Dossiê ‘Extrativismo Mineral: estratégias, impactos e conflitos’

O Cadecs informa o adiamento do prazo final para o envio de artigos ao

Dossiê ‘Extrativismo Mineral: estratégias, impactos e conflitos’. A nova data é 20 de junho 2017

Divulgamos a chamada de artigos do dossiê ‘Extrativismo Mineral: estratégias, impactos e conflitos’ para o vol. 5, n. 2 (2o. semestre de 2017) do Caderno Eletrônico de Ciências Sociais (CADECS) do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PGCS) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

ORGANIZAÇÃO: Prof. Dr. Rodrigo Salles Pereira dos Santos (UFRJ) e Prof. Dr. Bruno Milanez (UFJF)

Chamada ANPOCS para o SPG Movimentos sociais e suas interações com o Estado: conflitos, instituições e efeitos.

 

O período para inscrição de resumos no SPG vai até 10 de Abril, através da página do evento http://www.anpocs.com/index.php/encontros/41-encontro-anual-2017

SPG21 Movimentos sociais e suas interações com o Estado: conflitos, instituições e efeitos

Coordenação: Monika Weronika Dowbor (UNISINOS) e Euzeneia Carlos (UFES)

Esse SPG busca discutir as interações entre movimentos sociais e Estado, com especial ênfase no seu caráter conflitivo, sem descurar de padrões colaborativos de relação com instituições na elaboração e execução de políticas públicas. Se a crescente permeabilidade estatal do contexto pós-redemocratização já havia demandado fôlego heurístico para entender as relações Estado/movimentos sociais, o ciclo de protestos disparado em 2013 complexificou ainda mais esse cenário e sua compreensão. O Simpósio pretende colocar em perspectiva e diálogo a análise de movimentos sociais e de personagens e formas contemporâneas de ativismo (ocupações, coletivos e midiativismo, por exemplo) que, com outra dose de combatividade, imprimem às relações com o Estado novo dinamismo. Em face desta diversidade e do caráter multifacetado dos padrões de interação socioestatal, discutir os repertórios e resistências dos atores coletivos, suas configurações e seus efeitos, sejam eles políticos, culturais ou organizacionais, constitui agenda de pesquisa promissora incentivada por este SPG.

Chamada para artigos: Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais - BIB

Dossiê: “Movimentos sociais, sociedade civil e participação”

Organizadores: José Szwako (IESP/UERJ); Euzeneia Carlos (UFES); Monika Dowbor (Unisinos)

Chamada

O debate brasileiro sobre movimentos sociais carrega consigo um traço constante e insuspeito: as apostas projetadas e os desafios políticos colocados a esses personagens voltam, a cada conjuntura, com novos nomes e noções. Foi assim na transição democrática, quando movimentos populares, especialmente os de índole urbana e periférica, foram lidos como portadores do novo e da transformação social. No contexto pós-1988, pelas mãos de uma ‘nova sociedade civil’ chancelada normativamente, a participação começou a ganhar fôlego e a se institucionalizar gradualmente. A chegada do Partido dos Trabalhadores ao governo federal, em 2003, colocou desafios de monta às táticas e estratégias dos movimentos sociais, atualizando apostas e simultaneamente lhes desencantando e reencantando. Mais recentemente, o ciclo de protestos de 2013 reacendeu as apostas na emancipação e na transformação social que, em algo, lembram os idos anos 1980... De frente para tudo isso, nossas Ciências Sociais não deixaram de investir na interpretação dos atores, coletivos e redes da sociedade civil brasileira. Os ganhos em refinamento metodológico assim como os avanços analíticos também conquistados ao longo dessas décadas dão pistas de uma sub-área que, na interface entre Sociologia, Antropologia e Ciência Política, tem se fortalecido e renovado teoricamente. Prova da criatividade coletiva distintiva das pesquisas sobre movimentos sociais pode ser vista, por exemplo, na negação de disjuntivas típicas de outrora: “conflito ou consenso”; “autonomia versus cooptação”; “contestação versus institucionalização”. É dessa produtividade criativa que trata o Dossiê “Movimentos sociais, sociedade civil e participação”. A partir de diversos recortes e entradas, incentivamos análises de cunho bibliográfico e temático dedicadas aos caminhos, avanços e limites teórico-analíticos e metodológicos que vêm estruturando o debate brasileiro e internacional sobre movimentos sociais.

Instruções aos autores

http://portal.anpocs.org/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=631&Itemid=437

Prazo limite para submissão: 12 de novembro de 2016.

Defesa de dissertação

 

Informamos a defesa de dissertação de Luiza Duarte Bissoli

Título  “O CAMPO DE MOBILIZAÇÃO DO DIREITO CONTRA OS TRANSGÊNICOS: repertórios, atores e enquadramentos”

Clique aqui para acessar o cartaz.

Cadecs - Chama de artigos para Dossiê MOVIMENTOS SOCIAIS E O DIREITO

DOSSIÊ "MOVIMENTOS SOCIAIS E O DIREITO"

Divulgamos o dossiê para o vol. 4, n 1 (1o. semestre de 2016) do CADECS (Caderno Eletrônico de Ciências Sociais) do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes):

Organização da Profa. Dra. Cristiana Losekann (UFES) e da Profa. Dra. 

PRAZO PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS: 30 DE JUNHO DE 2016.

Ementa:

Simpósio Temático Teoria Social, Historiografia e Estudos Culturais

Convidamos aos interessados a submeterem propostas de trabalho ao Simpósio Temático Teoria Social, Historiografia e Estudos Culturais, a se realizar no 9° Seminário Nacional de História da Historiografia. 
 
O 9º Seminário está vinculado à Sociedade Brasileira de História da Historiografia e este ano será realizado na UFES, em Vitória, entre os dias 23 a 25 de maio.
 

Inscrições: I Colóquio Internacional de Mobilidade Humana e Circularidade de Ideias

Inscrições abertas para o I Colóquio Internacional de Mobilidade Humana e Circularidade de Ideias  que estamos realizando na Ufes.
 
O evento será de 6 a 8 de julho (cartaz em anexo). Mais informações podem ser obtidas na página do LEMM (lemm.ufes.br).
 

Efetividade da Participação no Legislativo Capixaba: um estudo sobre as audiências públicas do orçamento (2007-2014)

Mestranda: GABRIELA ZORZAL

RESUMO

Esta pesquisa é um estudo sobre as audiências públicas da Lei Orçamentária Anual (LOA) realizadas pela Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) no período de 2007 até 2014. O tema central deste trabalho é a efetividade da participação das audiências, ancorada em duas dimensões: o momento deliberativo e os resultados das audiências. Partimos do pressuposto que, apesar da dificuldade de mensurar efeitos práticos, as Instituições Participativas, tais como as audiências da LOA, atuam em um propósito de aprofundamento da democracia, especialmente na destinação de recursos de acordo com demandas da sociedade. Dentro desse cenário, o presente trabalho analisa elementos constituintes das audiências (perfil dos legisladores, desenho institucional, perfil dos participantes, influência do poder Executivo e as emendas parlamentares) para avaliar a efetividade da participação. Para esta análise, utilizamos uma abordagem multimétodo com a combinação de três ferramentas de pesquisa: análise documental (relatórios da LOA, legislações e vídeos das audiências públicas), survey (aplicado a participantes das audiências de 2014) e entrevista semiestruturada (com os parlamentares que fazem parte da Comissão de Finanças). A análise aponta para a baixa efetividade das audiências a partir da combinação de vários fatores, entre eles a baixa institucionalização, a influência do poder Executivo no processo a partir de sua relação com os parlamentares e o uso das emendas parlamentares como estratégia eleitoral.

Palavras-chave: Democracia, participação, orçamento, audiências públicas, Assembleia Legislativa.

DATA: 07 de Maio de 2015 (Quinta-feira) – 13 horas

LOCAL: Prédio Novo da Pós-Graduação- Prédio Profª Barbara Weinberg  – sala 313

Comissão examinadora:

Profa. Euzeneia Carlos do Nascimento (orientadora) – UFES

Profa. Gabriela de Breláz – UNIFESP

Prof. Paulo Magalhães Araújo - PGCS/UFES

EDITAL DCR CNPq/FAPES Nº 012/2014

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Espírito Santo abre chamada pública para a seleção de propostas para a concessão de bolsas de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional - DCR. O objetivo do edital é selecionar propostas para concessão de bolsas de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional (DCR) do CNPq para a execução de projetos de pesquisa, desenvolvimento ou inovação em instituições de ensino ou pesquisa, públicas ou privadas, localizadas no estado do Espírito Santo, visando atrair e fixar pesquisadores doutores desvinculados do mercado de trabalho e fortalecer grupos de pesquisa de instituições do Espírito Santo.
 
 

Páginas

Subscribe to RSS - Chamadas
Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910