Notícias

Nota de falecimento

Notificamos com pesar o falecimento do aluno Luiz Carlos da Silva Filho, professor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), causado por acidente de carro na BR-101, no começo da tarde do dia de ontem (25 de setembro de 2018).
 
Luiz Carlos era orientando da profa. Patrícia Pavesi, e havia defendido no último dia 4, sua dissertação "SOCIABILIDADES e Identidades Homossexuais no Ciberespaço".
 
O velório acontecerá hoje no Cemitério de Santo Antônio e o sepultamento será às 16:00h.
 

Seminário interações entre os movimentos sociais e o Direito

No dia 28/09/2018, será realizado o "Seminário interações entre os movimentos sociais e o Direito". O evento é parte do Projeto CAPES/Memórias Conflitos Sociais "Junho de 2013 e Transformações do Ativismo no Brasil" e foi organizado pelo NETSAL em parceria com o Organon, um núcleo de pesquisa da UFES. Contamos com a presença de todos e solicitamos apoio na divulgação do evento. 

Link para página do evento no facebook: https://www.facebook.com/events/986654594847389/

Lançamento de livro e exibição dos docs 'Rio de Conflitos' e 'Tomaram nossas Águas' Organizado por Geppedes

O Grupo de Estudos e Pesquisa em Populações Pesqueiras e Desenvolvimento (GEPPEDES) convida a comunidade para a estreia dos documentários 'Rio de Conflitos' e 'Tomaram nossas Águas', além do lançamento do livro 'Vidas de Rio e de Mar: Pesca, Desenvolvimento e Ambientalização' e da cartilha 'Encontros de Rios e Mar'.

Data: 24 de setembro de 2018.

Horário: 18:30h

Local: Cine Metropolis, no campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (entrada franca).

As eleições 2018 e o sistema político brasileiro

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PGCS-UFES) convida a todos a para aula magna do Programa: "As eleições 2018 e o sistema político brasileiro"

O evento contará com a presença do Prof. Dr. Bruno Reis, do Departamento de Ciência Política da UFMG

Dia: 25 de setembro

Horário: 14:00 horas

Local: Auditório do CCE.

Veja o cartaz do evento.

Nota do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós Graduação em Ciências Sociais da UFES sobre o incêndio do Museu Nacional/UFRJ

O Museu Nacional, instituição de caráter acadêmico e científico, administrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, abrigava, em seu acervo, dentre outros, o fóssil humano mais antigo encontrado no Brasil, batizado de “Luzia”; importantes coleções paleontológicas da América Latina; valiosos artefatos de civilizações ameríndias; a coleção de arqueologia egípcia, além de 750 peças das civilizações grega, romana e etrusca, devendo também ser registrados incontáveis bens das Divisões de Zoologia, Botânica, Geologia e Mineralogia, além de suas bibliotecas.

Seus programas de pós-graduação formaram quadros de excelência em diversos campos do conhecimento. Honramos aqui também a memória de sua longeva diretora Heloísa Alberto Torres (1895-1977), símbolo da dedicação de todos seus professores, técnicos e alunos ao projeto de Brasil lá contido. Além da pesquisa nacional, ganhavam, com a existência do Museu, milhares de estudantes da Educação Básica que puderam conhecê-lo e, nestas visitas, alguns se descobriam vocacionados para a ciência. No que nos concerne mais diretamente, a história das ciências sociais brasileiras não pode ser contada sem a menção ao Museu Nacional, baluarte da luta em defesa da cultura e da diversidade - referência que se tornou também para os povos que estão hoje vivos e contemporâneos – tendo completado neste ano seu Bicentenário.

Há mais de quarenta anos, contudo, o Museu sofria irreparáveis danos com a falta de recursos por parte dos governos e com a indiferença dos parlamentares, salvo raras exceções, para manter sua estrutura e segurança. O agravamento ocorreu com a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional 241 (PEC 241), hoje Emenda Constitucional 95/2016, que congela gastos sociais por vinte anos, com efeitos nefastos e devastadores sobre a educação, a cultura e a C&T brasileiras.

O Museu Nacional em chamas é uma imagem que choca a todos e todas. Nós, docentes do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo, nos solidarizamos com pesquisadores, servidores e estudantes do Museu Nacional. Rechaçamos com veemência um projeto político que produz miséria material e miséria cultural ao povo brasileiro, e conclamamos a sociedade para que estejamos juntos na defesa do Patrimônio Cultural, da Educação, da Ciência e Tecnologia, das Artes e da Universidade Pública no Brasil.

Edital PGCS 2018/2019 - [RETIFICADO]

O PGCS publica edital do processo seletivo com retificação no item 2.1 e no Anexo III.

Clique aqui para acessar o edital retificado.

Abertas as inscrições para o III Seminário de Ciências Sociais do PGCS

Atenção alunos e egressos do PGCS, estão abertas as inscrições para o III Seminário de Ciências Sociais.

O período de inscrições é de 13 a 26 de agosto de 2018.

Clique aqui para ir ao site do evento.

Clique aqui, para acessar o formulário de inscrição.

Inscrição processo seletivo - pedidos de isenção

Pedidos de isenção de taxa de inscrição deferidos.

Clique aqui.

Encontro Internacional ENGÊNERO III: saber violência e ação: a universidade reforçando ou descontruíndo (pre)conceitos?

Entre os dias 06 e 08 de novembro o Laboratório de Estudos de Gênero, Poder e Violênvia (LEG-UFES) realizará o Encontro Internacional ENGÊNERO III: saber violência e ação: a universidade reforçando ou descontruindo (pre)conceitos? Com uma programação diversa, o evento propõe a discussão sobre os debates e políticas de gênero nos currículos e na vivência acadêmica das universidades brasileiras.

Mais informações no site: www.legpv.ufes.br

A profa. Lívia Moraes, do DCSO, coordena o seguinte simpósio:

Simpósio Temático 3: Divisão sexual do trabalho em debate: análises teóricas e empíricas de gênero e mundo do trabalho.

Coordenação:
Profa. Dra. Livia de Cássia Godoi Moraes (Departamento de Ciências Sociais/ UFES e PPGPS/UFES)

O Simpósio tem por objetivo colocar em diálogo pesquisas que abordem temas relacionado à divisão sexual do trabalho. Interessam abordagens teóricas em torno da relação capitalismo e patriarcado; relações sociais de sexo e/ou relações patriarcais de gênero; interseccionalidade e/ou consubstancialidade entre classe, raça/etnia e sexo; trabalho e classe social nas análises feministas e suas correntes teóricas (feminismo materialista, feminismo marxista/socialista, teoria unitária, feminismo decolonial, feminismo radical, feminismo liberal); reestruturação produtiva e gênero; a constituição histórica da divisão sexual do trabalho; população LGBT e trabalho. Acreditamos ser relevantes análises empíricas sobre desigualdade de gênero no mundo do trabalho; dinâmicas de gênero no trabalho não remunerado ou reprodutivo; dimensões culturais e simbólicas da diferença sexual no trabalho; gêneros e as profissões; gênero e organizações políticas, lutas e resistências relacionadas ao mundo do trabalho, dentre outros.

Retificação do resultado final do processo seletivo para aluno especial do PGCS - Turma 2018/02

Lista retificada do resultado do precesso seletivo para aluno especial.

Clique aqui

Parecer a recurso apresentado contra resultado para seleção de alunos especiais do PGCS - turma 2018-02

Clique aqui para acessar o parecer

Páginas

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910